surtohype.com

Just another WordPress weblog

Luca, Liana e Ricardo

By admin • Apr 11th, 2003 • Category: entrevista

luca_liana_index.jpgO Xingu ? hoje o clubinho paulistano onde o clima de celebra??o e festa realmente lidera a noite, detonando com o car?o de outros lugares.

Conversamos com tr?s dos Djs que juntos com o restante do staff s?o respons?veis por grande parte da festa.

Simplesmente n?o d? para freq?entar outro lugar!


ric_luca_liana.jpg

O Xingu ? hoje o clubinho paulistano onde o clima de celebra??o e festa realmente lidera a noite, detonando com o car?o de outros lugares. Conversamos com tr?s dos Djs que juntos com o restante do staff s?o respons?veis por grande parte da festa. Simplesmente n?o d? para freq?entar outro lugar!

Voc?s s?o t?midos?
Ricardo: O Luca ? charmoso e a Liana ? sensual.
Luca: Eu sou t?mido, mas a Liana me ajuda a me liberar mais pelo fato de cantar, de me expor um pouco mais. Temos uma qu?mica muito boa ent?o a gente se libera.
Liana : Eu sou meio dentro de mim mesmo, introspectiva.

Essa parceria ? como um casamento?
Liana: N?o, n?o, ? diferente acho que tem mais respeito (risos). Se fosse um casamento acho que iria ter mais belisc?o. Como a gente ? amigo tem mais camaradagem.
Luca: A parte banda ? mais casamento que a parte DJ.
Liana: Tem horas que parece mesmo uma rela??o amorosa com a m?sica.

O que tem de bom o e que tem de ruim?
Liana: A parte boa ? tudo, ? a maior… a parte ruim entre a gente n?o tem.

Tem ci?me?
Liana: Talvez ci?me de m?sica, uma m?sica que eu queira tocar… mesmo quando o Ricardo toca alguma m?sica que eu queria tocar ou qualquer outro DJ da casa, mas gente troca coisa pra caramba.

Podemos nome?-los como DJs de electro?
Liana: N?o, a gente toca o que a gente gosta, eu toco o que eu gosto de ouvir e eu posso gostar de ouvir as coisas mais variadas. Um limite nessa noite especifica ? uma noite mais electro, eu gosto de tocar rock, o Luca gosta de tocar techno, pop, house… a gente tem uma liberdade de tocar o que gosta de ouvir.
Luca: O que aconteceu foi que a gente come?ou com uma noite de electro, eu comecei a ouvir electro e n?o parei mais, comecei a baixar coisas, a comprar discos e a? era tudo o que eu tinha pra tocar. A Liana come?ou a tocar isso misturado com house e a gente ficou meio marcado pela nossa noite, Electroshock, por causa do hype do electro, que foi bem naquela ?poca do Supperclub. Mas eu toco de tudo.
Liana: A gente come?ou no Supperclub e teve um momento que tocava aqui no Xingu e l?. A noite daqui a gente dividia com o Jackson (Ara?jo). A noite do Jackson j? ? mais funk, mais pop, mais debochada, mais brasileira at?. Cada um tem uma personalidade, o Ricardinho ? mais punk, cada um tem uma noite divididinha.

E essa noite de s?bado tem um nome?
Ricardo: Tem, ? ?gua Viva porque ? uma novela que tem sempre um personagem diferente participando.
Liana: Na noite de amanh? (s?bado) eu canto, o Z? toca e o Luca canta.
Ricardo: ? como se fosse uma trilha de novela, tem a parte meio s?ria e de repente pode escutar uma coisa totalmente absurda, tipo Kate Bush.

O setlist ? previamente preparado?
Luca: Eu preparo algumas coisas especiais para noite, todas as m?sicas que vou tocar eu n?o preparo.

Tem musica que s? o Luca toca, ou s? o Ricardo?
Liana: Tem, de todos os DJs do Xingu o ?nico que toca funk carioca ? o Jackson na noite Aleluia que ? a noite alternada com a do Ricardo. Tem m?sica que s? o Ricardo, Luca ou s? eu toco, ou mesmo em dupla. E quando ele cansa eu pergunto: ?Ah! Deixa eu tocar aquela m?sica?? A? ele deixa…

filmstrip.jpgVoc?s teriam muita resist?ncia em tocar um funk carioca?
Ricardo: Eu acho que ? a letra que incomoda, n?o o ritmo.
Liana: Eu sou carioca, j? acho legal, gosto, acho sensual e sexy pra caralho, mas dentro da nossa noite a gente faz uma tend?ncia mais sofisticada de tocar o que a gente ouve em casa, eu acho que ? por a?, normalmente e eu n?o ou ou?o em casa o funk carioca. Ou?o quando venho aqui na noite do Jackson.
Ricardo: Tem muito da pessoa. N?o tem a coisa t?cnica para ser DJ ou por o beat certinho, ? m?sica para alegrar os amigos.

J? viram alguma cena bizarra na pista?
Luca: A gente faz as cenas bizarras. A Renata ? a maior protagonista das cenas.

Como a Renata entrou?
Luca: Por que ela ? linda e eu gosto da id?ia de trazer amigos que sejam artistas e queiram se expressar. Pessoas que queiram se mostrar e n?o t?m espa?o. Por que n?o trazer? Eu convidei mais pessoas pra vir, a Renata foi a que veio, fez mais sucesso e t? rolando at? hoje.

Vcs usam tanto CD, vinil e MP3?
Liana: Vinil, CD… inclusive estamos incorporando a campanha pr?-vinil pra cair o pre?o do vinil que ? absurdo, a grande maioria dos vinis que a gente compra ? importado, paga imposto, por isso a gente est? aderindo a campanha, no nosso flyer tem a campanha, a gente vai tocar semana que vem em BH com o botton da campanha. Por que o Marc?o Morcef falou uma coisa legal: nos anos 70 tinha uma campanha que era disco ? cultura, era uma campanha da som livre inclusive, tinha em todos os discos e de uma hora pra outra isso inexiste. Mas o tes?o mesmo ? tocar vinil.

Quantos discos voc?s t?m?
Luca: Muitos.

O que voc?s ouvem em casa?
Luca: Jazz, Sade e m?sica brasileira.
Liana: Muita m?sica brasileira. Sou muito melanc?lica, em casa ou?o Beth Gibbons, Portishead, Bj?rk, m?sicas calminhas.

Qual cd ? indispens?vel?
Luca: Fischerspooner.
Liana: Um cd que d? para fazer uma festa s? com ele.

E o No Porn?
Liana: No Porn ? uma banda eletr?nica com refer?ncias de rock. O Paulo fica no teclado, eu nos vocais e o Luca ? respons?vel pela base eletr?nica e bateria.
Luca: A gente pretende lan?ar um EP com Crtl+Alt+Del e fazer shows.

Como se d? o processo criativo do No Porn?
Luca: A Liana tem a letra, eu fa?o o groove, usamos letras do ex marido da Liana e o Paulo ? o nosso parceiro e produtor. Uso bases sampleadas. ?s vezes a m?sica sai de primeira, j? conseguimos compor 5 de uma s? vez.

Quem ? respons?vel pelo clima do Xingu?
Liana: O Zeca e o Victor s?o os respons?veis pelo clima amistoso do Xingu. Eu e o Luca somos os arquitetos musicais do lugar mas a atmosfera vem dos donos.

E a cria??o da performance da Renata?
Liana: Eu e o Luca damos a m?sica, mas ela (Renata) monta o show. Damos uns toques, mas a Renata ? ?star quality?.

Voc?s podem ser considerados os percussores do electro em SP?
Luca: Mmm (pensativo) acho que sim, mas o Juliani tamb?m tocava electro, mas um electro alem?o, sem vocal.

Por Filipe Ramos e Henrique Vidal

admin is
Email this author | All posts by admin

Comments are closed.